Apresentação

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA E COMPUTAÇÃO - MESTRADO

O Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica e Computação - PGEEC - do Centro de Engenharias e Ciências Exatas da UNIOESTE, Campus de Foz do Iguaçu, desenvolve atividades na modalidade Mestrado Acadêmico. Foi recomendado pela CAPES com conceito 3 em outubro de 2009 e sua implantação foi aprovada pela UNIOESTE em dezembro de 2009. As atividades do PGEEC tiveram início em março de 2010.

A implantação deste programa de mestrado contou com a solidariedade do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Automação e Sistemas – PGEAS – da UFSC, na modalidade Associação Temporária. Através desta associação, o PGEEC contou com o apoio do PGEAS no desenvolvimento de pesquisas, publicações e orientações de dissertação de mestrado, por um período de 4 anos.

 

OBJETIVOS E PERFIL DO CURSO

- Formar mestres qualificados tanto para atuar em instituições de ensino quanto para o segmento industrial, possuindo domínio técnico e científico na área de Engenharia de Sistemas Dinâmicos e Energéticos;

- Formar recursos humanos capazes de conduzir os processos de criação, bem como da transformação, disseminação e aplicação do conhecimentos adquiridos em benefício do desenvolvimento regional e nacional;

- Propor e conduzir atividades de pesquisa consistentes, atualizadas e representativas perante o conhecimento científico existente, contribuindo com o desenvolvimento científico e tecnológico regional e nacional na área da Engenharia de Sistemas Dinâmicos e Energéticos.

O egresso do curso de mestrado em Engenharia Elétrica e Computação terá formação fundamentada em ferramentas e conhecimentos avançados de modelagem e análise de sistemas dinâmicos e energéticos, o que lhe permite compreender, propor e conduzir projetos e aplicações de engenharia que possam envolver estruturas elétricas, mecânicas e computacionais. O profissional será apto a receber e interpretar informações transformando-as em conhecimentos a serem aplicados no atual mundo de globalização, de forma rápida e eficaz, considerando aspectos técnicos, éticos e sociais.