Área de concentração

Ciências, Linguagens, Tecnologias e Cultura

 

Ao nominar ensino de, tem-se aqui uma posição interdisciplinar, ou seja, este ensino é de alguma coisa. Nessa perspectiva, há que se buscar a construção de um objeto novo, o ensino, caracterizado pela pluralidade de teorias e práticas. Em linhas gerais algumas situações de interfaces podem ser destacadas:

1) As Ciências lidam, geralmente, com a Linguagem num sentido mais instrumental, do mesmo modo que lidam com as tecnologias;

2) a Linguagem pode se entendida para além do instrumento e ser compreendida como locus em que a Ciência e Tecnologia tornam-se possíveis;

3) A tecnologia interfere, direta e indiretamente, nos fazeres científicos e, também, gera uma linguagem específica.

O foco principal do Programa está na formação do pesquisador na referida articulação entre Ciência, Linguagem e Tecnologia e suas implicações para o processo de disseminação do conhecimento, por meio da docência e formação continuada de professores em contextos multiétnicos e plurilinguísticos.