Histórico

Histórico

 

O PROFLETRAS constitui um Programa de Mestrado Profissional em Letras em rede nacional que envolve em seu primeiro ano 40 instituições de ensino superior públicas de todo país, dentre elas a Unioeste.

O Programa é fruto de uma demanda criada pelo governo de forma a contribuir para a melhoria da formação docente e da qualidade da Educação Básica.

A proposta de construção de um Mestrado Profissional em Letras, nos moldes do PROFMAT, foi sugerida pela CAPES durante a reunião geral de coordenadores de Programas de Pós-graduação, ocorrida em Brasília, de 12 a 14 de setembro de 2011.

Em reunião do Colegiado do Mestrado em Letras da Unioeste, no dia 10 de fevereiro de 2012, constitui-se uma comissão composta por docentes para avaliar a proposta do PROFLETRAS e em outra reunião do Colegiado ocorrida em 20 de abril de 2012, foi designada uma equipe para a coordenação dos trabalhos, composta pelos docentes Aparecida Feola Sella, Beatriz Helena Dal Molin, Greice da Silva Castela e Sanimar Busse. A professora Aparecida Feola Sella ficou responsável pela coordenação do PROFLETRAS – Unioeste, no período de construção do Programa.

Por meio do Oficio nº 03/2012, da Coordenação da área de Letras e Linguística/CAPES, os coordenadores de Programas de Pós-graduação da área de Letras e Linguística foram convidados para uma reunião no dia 23 de maio de 2012, para discutir a formatação do Mestrado Profissional em Letras.

No Seminário de acompanhamento de Programas de Pós-graduação da área de Letras e Linguística, ocorrido na CAPES, de 05 a 07 de dezembro de 2012, enfatizou-se a relevância do PROFLETRAS, principalmente pelo fato de poder contribuir para a Educação Básica.

Em abril de 2012, a CAPES, por meio do professor Dr. Dermeval da Hora Oliveira, Coordenador da Área de Letras e Linguística da CAPES, encaminhou Oficio s/nº à PRPPG, em que solicitou que os professores doutores da área de Letras e Linguística da Unioeste encaminhassem manifestação sobre o interesse em participarem do corpo docente do PROFLETRAS.

O Regimento do PROFLETRAS foi construído por 12 representantes de Programas de Pós-graduação de todas as regiões, sob supervisão da coordenação de área da CAPES, na UFRN, por meio da Resolução no 043/2012-CONSEPE, de 15 de maio de 2012.

O Programa de Mestrado Profissional em Letras foi recomendado com nota 4 pela CAPES, devido à qualificação de seu corpo docente nas IES que integram esse Programa em rede nacional.

No final de 2012, a CAPES informou o resultado da análise dos docentes da Unioeste selecionados e cadastrados para integrarem o corpo docente do PROFLETRAS.

Em dezembro de 2012, a CAPES solicitou a indicação do nome do coordenador institucional do PROFLETRAS, na Unioeste. Após consulta aos docentes, foi indicado o nome da professora doutora Greice da Silva Castela para coordenação. A indicação foi apreciada e aprovada na reunião do Colegiado do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Letras, do dia 18 de dezembro de 2012 (Ata nº 11/2012-PPGL).

O Programa e seu regulamento foram aprovados em 21 de março de 2013 na reunião do CEPE e no dia 04 de abril de 2013 no COU.

O lançamento do primeiro edital de seleção para o Programa ocorreu no dia 1º de abril de 2013.

O lançamento do Programa aconteceu em solenidade realizada na CAPES no dia 17 de abril e o inicio das aulas ocorreu em 16 de agosto de 2013.