Linhas/Projeto de Pesquisa

O programa tem sua área de concentração em Filosofia Moderna e Contemporânea e desenvolve suas atividades em duas linhas de pesquisa: Ética e Filosofia Política; Metafísica e Conhecimento. Todas as atividades curriculares do Programa, tanto dos professores como dos alunos, estão vinculadas às linhas de pesquisa.

Linha de Pesquisa: Ética e Filosofia Política

Descrição: A linha de pesquisa em “Ética e Filosofia Política” visa investigar os problemas teóricos modernos e contemporâneos da origem, finalidade, legitimação e pressupostos do Estado, do poder e da política, as relações do indivíduo e da sociedade civil com o Estado, os princípios éticos orientadores da ação humana, assim como o problema contemporâneo da constituição de subjetividades, do biopoder, da técnica e da perspectiva prática da ética, da justiça e da ação estatal. A partir deste horizonte serão abordadas questões referentes tanto do Estado e do Direito quanto da Ética e da Subjetividade.

Linha de Pesquisa: Metafísica e Conhecimento

Descrição: A linha de pesquisa em “Metafísica e Conhecimento” pretende investigar temas e problemas concernentes à articulação entre os âmbitos metafísico e epistemológico construída/desconstruída ao longo da modernidade e da contemporaneidade. Destacam-se os do fundamento, do sujeito, da causalidade, da racionalidade e da constituição do saber científico, mas também outros (tratados por distintas perspectivas: fenomenológica, hermenêutica, da filosofia da linguagem, da filosofia da ciência, etc.) instaurados seja como reconsideração da herança moderna seja como contribuição ou novidade conceitual particular do período contemporâneo.

 

Projetos de pesquisa

 

1- Nome do projeto: Poder, Política e Legitimidade no pensamento político moderno

2- Linha de Pesquisa: Ética e Filosofia Política.

3- Data de início: 01/01/2015.

4- Descrição do projeto: O projeto visa investigar os conceitos de poder, política e legitimidade nas formulações que receberam no pensamento político renascentista, nas teorias do contrato político moderno e nas filosofias políticas de Hegel e Marx. Compreender a origem estrutural do poder político e de sua legitimação é uma questão central para a compreensão da crescente crise desta. As relações e imbricações entre as temáticas apontadas será o fio condutor das investigações. Objetiva, assim, proporcionar uma compreensão ampla do pensamento político moderno e fortalecer os vínculos institucionais com pesquisadores que desenvolvem temática semelhante em outras instituições de ensino e pesquisa.

5- Docentes participantes: José Luiz Ames; Jadir Antunes; Tarcílio Ciotta.

6- Coordenador: José Luiz Ames.

 

1- Nome do projeto: Sistemas éticos: Fundamentos e crítica

2- Linha de Pesquisa: Ética e Filosofia Política.

3- Data de início: 01/01/2015.

4- Descrição do projeto: O projeto visa investigar e problematizar filosoficamente temáticas éticas contemporâneas recorrendo a autores modernos e contemporâneos. Serão abordados tanto problemas relacionados à compreensão e fundamentação de aspectos e implicações da ética contemporânea quanto à sua crítica e limites. Investigar em que medida as orientações éticas tradicionais contribuem para o surgimento de problemas ambientais, sociais e políticos bem como as perspectivas de superação destes limites constitui o fio condutor do projeto.

5- Docentes participantes: José Luiz Ames; Rosalvo Schütz; Ester Maria Dreher Heuser; Tarcílio Ciotta, José Francisco de Assis Dias.

6- Coordenador: Rosalvo Schütz.

 

1- Nome do projeto: Referências de legitimidade em política contemporânea

2- Linha de Pesquisa: Ética e Filosofia Política.

3- Data de início: 01/01/2015.

4- Descrição do projeto: O projeto visa investigar as principais referências contemporâneas de legitimação política bem como delimitar seus limites e possíveis críticas. Para tanto, busca evidenciar os pressupostos filosóficos das variadas compreensões de política e suas implicações refletindo-os, especialmente, a partir de autores vinculados às tradições críticas.

5- Docentes participantes: Rosalvo Schütz; Ester Maria Dreher Heuser; Jadir Antunes, José Francisco de Assis Dias.

6- Coordenador: Jadir Antunes.

 

1- Nome do projeto: O estatuto da racionalidade e sua crítica

2- Linha de Pesquisa: Metafísica e conhecimento.

3- Data de início: 01/01/2015.

4- Descrição do projeto: No contexto do desenvolvimento da filosofia e da ciência a partir da Idade Moderna, pode-se considerar que, desde Descartes, o projeto da racionalidade, ou seja, o âmbito do que a razão poderia conhecer com certeza, foi sendo gradualmente reduzido e limitado, passando pela filosofia crítica de Kant e chegando à contemporaneidade, na qual podemos identificar, em certo sentido, uma “crise da razão”. Esta pesquisa pretende investigar os modos de se conceber a atuação da razão nesse período histórico, especialmente a possibilidade de conhecer com certeza a realidade e a capacidade de construção ou de criação de modelos ou estruturas de mundo. Pretendemos também estabelecer a relação desta última perspectiva com as formulações críticas do estatuto e do alcance da razão.

5- Docentes participantes: César Augusto Battisti; Wilson Antonio Frezzatti Jr.; Luciano Carlos Uteich; Marcelo Amaral Penna-Forte; Remi Schorn.

6- Coordenador: Wilson Antônio Frezzatti Jr.

 

1- Nome do projeto: Fenomenologia, Filosofia da linguagem e Filosofia da diferença

2- Linha de Pesquisa: Metafísica e Conhecimento.

3- Data de início: 01/01/2015.

4- Descrição do projeto: Numa retomada programática da tradição metafísica, o projeto em curso redesenha, no panorama da Filosofia contemporânea, três temas capitais: o estatuto da consciência; a estrutura da linguagem e a noção de diferença. Nesse contexto, trata-se de revisitar a herança cartesiana da ideia de “subjetividade”, avaliando o seu alcance e limites num foco de leitura que reorienta, sob os mais diversos prismas, a problemática transcendental. Questões como a gênese do mundo, da linguagem, do corpo, da intersubjetividade, da temporalidade, da liberdade e o sentido último da experiência comparecem, nessa incursão, como agenciamentos temáticos decisivos que projetam, para além dos limites da teoria do conhecimento, um debate ontológico radical. É nesse cenário mais amplo que, por exemplo, a fenomenologia, a filosofia da linguagem, as filosofias da diferença protagonizam um papel capital quanto à tarefa de desconstrução do modelo clássico de fundamentação metafísica, calcado no esquema binário sujeito/objeto.

5- Docentes participantes: Roberto Saraiva Kahlmeyer-Mertens; Claudinei Aparecido de Freitas da Silva.

6- Coordenador: Roberto Saraiva Kahlmeyer Mertens.

 

1- Nome do projeto: Fundamentos filosóficos da Psicologia

2- Linha de Pesquisa: Metafísica e Conhecimento.

3- Data de início: 01/01/2015.

4-  Descrição do projeto: O projeto visa reconstituir, criticamente, a circunscrição conceitual da subjetividade no contexto da psicologia e das ciências cognitivas, mediante os pressupostos metafísicos que as sustentam. Com isso, a crítica dos conceitos que norteiam as diferentes teorias psicológicas modernas como o racionalismo e o empirismo e, na contemporaneidade, o Behaviorismo, a Psicanálise, a Gestalttheorie, a Epistemologia Genética piagetiana ou a Daseinanalyse acentuam a pertinência de tal investigação. Nessa direção, trata-se, fundamentalmente, de acompanhar o processo de gênese e desenvolvimento de tais correntes no interior do debate filosófico contemporâneo, tornando também inteligível o seu contributo no contexto de um diálogo interdisciplinar. Esse trabalho prévio acerca dos fundamentos da psicologia permite ainda avaliar em que medida as questões epistemológicas cruciais que se colocam contemporaneamente em tal domínio investigativo não se desprende de uma crítica filosófica mais exigente e radical.

5- Docentes participantes: Roberto Saraiva Kahlmeyer-Mertens; César Augusto Battisti; Claudinei Aparecido de Freitas da Silva; Wilson Antonio Frezzatti Jr.; Luciano Carlos Uteich; Marcelo Amaral Penna-Forte; Remi Schorn.

6- Coordenador: Claudinei Aparecido de Freitas da Silva.